Notícias

Universidade não responde por furto de veículo em estacionamento público e gratuito

Data: 03/10/2016


A 1ª Câmara de Direito Público do TJ manteve sentença da comarca de Blumenau que julgou improcedente ação ajuizada por filho da proprietária de um veículo furtado no estacionamento da universidade. O carro, que não possuía seguro, era utilizado pela irmã, que na época dos fatos cursava Farmácia.


Para o autor da ação, a instituição de ensino superior deve responder pelos infortúnios que acontecem nas suas dependências. Em apelação, a universidade defendeu que o espaço está aberto ao público de foma gratuita e o valor cobrado na mensalidade não inclui o serviço de guarda e vigilância dos veículos.


O desembargador Jorge Luiz de Borba, relator da matéria, explicou que a responsabilidade civil dos estabelecimentos educacionais é afastada quando o acesso ao estacionamento é gratuito e não possuí serviço de controle e guarda.


"Portanto, se a instituição de ensino não possuía o dever de fiscalizar e controlar a entrada e saída de veículos, nem de vigiá-los contra eventuais furtos, não agiu ilicitamente, não havendo dever de reparação dos danos alegados", concluiu o magistrado. A decisão foi unânime.


Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Áreas de Atuação

Direito Civil e do Consumidor